..
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

COLUNA »

Na mesa: novidades movimentam a cena gastronômica da cidade

Entre as novidades, novo italiano abre as portas na 405 sul e Guará recebe atenção de investimentos gastronômicos

Jéssica Germano - Redação Publicação:24/07/2017 11:57Atualização:24/07/2017 13:21

VENTOS NOVOS

É oficial: as cozinhas Piccolo não têm mais o comando de Ville Della Penna (à dir.). A notícia, porém, vem ao lado de uma boa-nova. Desde o início de julho ele comanda, em soft opening, o Siamo Noi, restaurante antes chefiado por Milton Carbonara sob a patente de Cinque Terre. “O conceito é de atendimento pelos donos. Um faz a comida e o outro recebe”, explica Ville a nova sociedade. Na mesma loja da comercial da 405 Sul, a casa liderada pelos dois aposta em clássicos italianos, mas com técnicas modernas. Forno combinado e sous-vide passam a fazer parte da rotina de produção do restaurante, que abre as portas oficialmente na primeira quinzena de agosto e tem espaço também para a alta gastronomia. Na batizada La Tavola do Chef (a mesa do chef) será possível reservar menu degustação em cinco etapas, a cerca de 110 reais por pessoa, e provar receitas à la vidro comestível de champagne com terrina de abobrinha. E não para por aí. Na loja ao lado, Ville cuidará das criações da Pezzo di Pane, uma operação ao melhor estilo padoca, com foco em produção artesanal de pães e pizza al taglio (quadrada).

Milton Carbonara (esq.) e Ville Della Penna são os nomes a frente do novo Siamo Noi (Raimundo Sampaio/Esp. Encontro/DA Press)
Milton Carbonara (esq.) e Ville Della Penna são os nomes a frente do novo Siamo Noi
Ossobuco alla gremolata (R$ 42) é um dos pratos que pode ser individual ou servir duas pessoas  (Raimundo Sampaio/Esp. Encontro/DA Press )
Ossobuco alla gremolata (R$ 42) é um dos pratos que pode ser individual ou servir duas pessoas
 

CHAPA QUENTE

Prestes a completar um ano, a Burgerster (nome inspirado nos gângsters do filme O Poderoso Chefão)  tem aumentado o número de mesas disponíveis aos fins de semana e tem causado burburinho no Guará. O momento é também de renovação da equipe, comandada por Rafael Bessa. Chegou para somar ao time Lucas Andrade, antes habituê de cozinhas como Bottarga e Trattoria da Rosário. Para marcar a temporada entram no cardápio três novas receitas. O Don Fanucchi chega com o protagonista em versão de frango empanado e recheio de requeijão cremoso, enquanto o Lucchese surge com blend de carnes bovina e suína somada ao queijo gruyère. Mas chama a atenção mesmo o pomposo Al Capone, que tem o hambúrguer empanado em panko, escoltado por molho de tomate, presunto e onion rings (28,90 reais). Todos acompanham batata palito, mas podem vir com versão rústica, bem temperada com páprica, por mais 5 reais.

Lucas Andrade (dir.) é o novo chef do Burgerster, do empresário Rafael Bessa (Raimundo Sampaio/Esp. Encontro/DA Press)
Lucas Andrade (dir.) é o novo chef do Burgerster, do empresário Rafael Bessa
Novidade: Don Fanucchi é lançamento e vem com hambúrguer de frango empanado, recheado com requeijão cremoso, e batata frita (R$ 24,90) (Raimundo Sampaio/Esp. Encontro/DA Press)
Novidade: Don Fanucchi é lançamento e vem com hambúrguer de frango empanado, recheado com requeijão cremoso, e batata frita (R$ 24,90)
 

SOTAQUE ITALIANO

Não seria exagero dizer que o polonês Rafal Mazurkiweicz se apaixonou pelo melhor do Brasil: o povo. Foi após conhecer uma brasileira, há sete anos, que o cozinheiro com passagem por restaurantes na Espanha e Portugal escolheu Brasília como casa. O resultado da jornada pode ser visto em uma pequena loja do edifício Mirante do Parque, em Águas Claras, onde a clientela foi fidelizada por conta das massas artesanais frescas ou congeladas para apenas irem ao forno. A escolha pela boa farinha de grano duro e molho pomodoro pelati italiano são alguns dos cuidados que o simpático cozinheiro escolhe ter e parecem ser a razão do estoque vazio do Atelier de Massas em dias de maior movimento. O segredo? “Bons ingredientes”, rebate com sorriso. Ao todo são oito receitas incrementadas (38 reais o quilo), como a exclusiva lasanha Campesina: frango, molho de linguiça calabresa defumada, champignon, funghi secchi e molho bechamel.

Da Polônia para Brasília, Rafal Mazurkiweicz prepara massas italianas artesanais com ingredientes selecionados
 (Raimundo Sampaio/Esp. Encontro/DA Press)
Da Polônia para Brasília, Rafal Mazurkiweicz prepara massas italianas artesanais com ingredientes selecionados
Para levar: Ravioli de muçarela de búfala com molho pomodoro pelati é um dos sucessos do Atelier de Massas (Raimundo Sampaio/Esp. Encontro/DA Press)
Para levar: Ravioli de muçarela de búfala com molho pomodoro pelati é um dos sucessos do Atelier de Massas
 

CONFEITARIA NO COLORADO

Ela já era a responsável pelos bolos e doces das comemorações em casa e há três anos assumiu a tarefa como profissão. Na primeira quinzena de agosto, Carolina Santos abre a própria confeitaria no Grande Colorado. “Aqui tem um público que gosta de boas coisas, mas que ainda sente falta de opções”, diz. Agora, os moradores da região poderão escolher entre os mais de 30 tipos de brigadeiros gourmet, doces finos e guloseimas tipo quindim. A novidade será o bolo na caixinha (12 reais), que será montado na hora, de acordo com o gosto do cliente. O afago no estômago pode vir, por exemplo, em massa de chocolate, cobertura de brigadeiro tradicional, caramelo artesanal e crocante de caramelo salgado, e acompanhar o café com nome da marca: Carolices. A borda leva o doce mais brasileiro de todos os tempos.

Carolices é a nova confeitaria do Grande Colorado, comandada por Carolina Santos (Raimundo Sampaio/Esp. Encontro/DA Press)
Carolices é a nova confeitaria do Grande Colorado, comandada por Carolina Santos
Brigadeiros gourmet, bolo na caixinha e café com borda de brigadeiro são destaques do menu adocicado (Raimundo Sampaio/Esp. Encontro/DA Press)
Brigadeiros gourmet, bolo na caixinha e café com borda de brigadeiro são destaques do menu adocicado
 

COMPLEXO GASTRÔ

E parece ser chegada a vez de o Guará receber atenção de investimentos gastronômicos. É nesse bairro que, há pouco mais de um mês, o Sauz Restaurante e Terraço chama atenção pelo projeto arquitetônico em um prédio de três andares. A primeira operação fica a cargo do empresário e gastrônomo Maurício Valim, que convidou Marcello Piucco (ex-El Negro e atual Steak Shack) para fazer a consultoria do cardápio e explorar diferentes cozinhas do mundo. Foi dessa parceria que surgiu também o atual chef da casa, Toni Raniele, funcionário de Piucco no Fatti a Mano. Uma cozinha aberta e um bar descolado completam a ambientação moderna, onde é possível provar de bife ancho, acompanhado de cogumelos frescos no conhaque e tortinha de mandioca, à mensal Sugestão do Chef, que até o fim de julho atende por filé de pescada dourada em cama de purê de batata rústica com salteado de alcachofra (54,90 reais). A próxima etapa é inaugurar, na cobertura, um lounge bar previsto para abrir no fim do ano, com pegada oriental.

Maurício Valim (esq.) e Toni Raniele são os responsáveis pelo novo point do Guará: Sauz Restaurante e Terraço (Raimundo Sampaio/Esp. Encontro/DA Press)
Maurício Valim (esq.) e Toni Raniele são os responsáveis pelo novo point do Guará: Sauz Restaurante e Terraço
Sauz Mediterrâneo é o prato Sugestão do chef até o fim de julho
 (Raimundo Sampaio/Esp. Encontro/DA Press)
Sauz Mediterrâneo é o prato Sugestão do chef até o fim de julho
 

COMENTÁRIOS
Os comentários estão sob a responsabilidade do autor.

EDIÇÃO 59 | novembro de 2017