..
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

ENCONTRO GASTRÔ | 2017 »

Sem rótulos: Authoral é premiado na categoria Restaurante Revelação

Título foi concedido pela premiação Encontro Gastrô - O Melhor de Brasília 2017

Da redação - Redação Publicação:22/09/2017 15:00

Foram quase quatro anos gestando o projeto. Só por isso já seria possível entender a maturidade do conceito traçado por André Castro, no seu retorno para Brasília após 20 anos, apoiado pelos sócios Eduardo Moreth e Manoela Britto. Na cozinha erguida em um ambiente de referências industriais e cosmopolitas – com direito a um enorme grafite no salão – não há rótulos ou estilos definidos. A raiz, entretanto, é sólida. O chef carioca, criado em solo candango e profissionalizado entre Salvador e São Paulo, rejeita invencionices e descrições floreadas. Mas não poupa criatividade e técnica ao fazer o já conhecido, de um novo jeito. Filosofia percebida no bolinho de peixe que não leva batata e tem sabor composto por uma pasta de curry verde e leite de coco (R$ 34). “Com o nome que temos, tinha de ser assim”, frisa o cozinheiro de 41 anos, sobre a vertente que briga por identidade própria e vai contra a casadinha risoto-filé.

O chef André Castro colhe 
os frutos de quatro anos de planejamento para abrir o 
restaurante que não tem um 
estilo definido: 'Eu sempre 
quis ser diferente', diz (Raimundo Sampaio/Esp. Encontro/DA Press)
O chef André Castro colhe os frutos de quatro anos de planejamento para abrir o restaurante que não tem um estilo definido: "Eu sempre quis ser diferente", diz
 

Ainda se pergunta o estilo da culinária feita ali? A resposta passeia pelo conglomerado de influências que André acumulou por suas andanças lá fora. Razão para que o pequeno cardápio passe por nhoque de banana-da-terra com linguiça, para começar (R$ 26), e vá até pescada thai com lichia, legumes, amendoim e arroz negro (R$ 69), de prato principal. Já a ala intitulada “Pra Corajosos”, faz um convite ao filão que se abre para novidades e oferece uma língua com tâmara, canjiquinha cremosa e farofa de erva-mate (R$ 56). “Eu nunca quis ser o melhor. Eu sempre quis ser diferente”, chegou a declarar, antes de saber que alcançaria os dois.

Língua ao molho ferrugem com tâmaras, canjiquinha cremosa e farofa 
crocante de cebola com erva-mate: cozinha de muitas influências (Raimundo Sampaio/Esp. Encontro/DA Press)
Língua ao molho ferrugem com tâmaras, canjiquinha cremosa e farofa crocante de cebola com erva-mate: cozinha de muitas influências
 

COMENTÁRIOS
Os comentários estão sob a responsabilidade do autor.

EDIÇÃO 58 | outubro de 2017