..
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

ENCONTRO GASTRÔ | 2017 »

A inspiração francesa: Piantas conquista o prêmio de Melhor Bistrô

O Bistrô foi premiado por Encontro Gastrô - O Melhor de Brasília

Da redação - Redação Publicação:27/09/2017 15:23Atualização:27/09/2017 15:39

Na casa de decoração com tendência intimista e versos de literatura nas longas vidraças, a veia de restaurante nem sempre foi destaque. Antes adega Expand, há três anos a esquina da 403 Sul tornou-se Piantas. Apesar do cardápio enxuto, não espere uma comida simples, como rege a tradicional definição francesa de bistrô. No menu, há preparos mais refinados, como entradas de foie gras com compota de pera (R$ 130). A tradição do vinho se mantém e o sommelier Olnedy Bernardo pode indicar o melhor acompanhamento – entre os 400 rótulos disponíveis – para qualquer uma das preferências. No caso de a escolha ser o camarão VG flamblado na cachaça e guarnecido por quinoa e molho de laranja (R$ 105) a recomendação, por exemplo, é abrir um Chablis La Pirrelée (R$ 258).

Camarão flambado na cachaça, guarnecido por quinoa e molho de laranja: 
para acompanhar, um Chablis La Pirrelée (Raimundo Sampaio/Esp. Encontro/DA Press)
Camarão flambado na cachaça, guarnecido por quinoa e molho de laranja: para acompanhar, um Chablis La Pirrelée
A proprietária do Piantas, 
Valéria Vieira, com o sommelier Olnedy Bernardo e o chef Walex Araújo: novidades no cardápio 
a cada seis meses (Raimundo Sampaio/Esp. Encontro/DA Press)
A proprietária do Piantas, Valéria Vieira, com o sommelier Olnedy Bernardo e o chef Walex Araújo: novidades no cardápio a cada seis meses
 

Assinando os acepipes e principais está Walex Araújo, que há seis anos trabalha no endereço e chegou a ser treinado pela antiga chef do lugar. Bem adaptado, ele tem a missão de atualizar as ofertas vindas da cozinha a cada seis meses. “A ideia é de renovação”, explica a proprietária Valéria Vieira, casada com o famoso advogado criminalista Antonio Carlos de Almeida Castro, o Kakay.

Valéria também comandou por alguns anos o Piantella (depois vendido), clássico reduto de políticos. Daí o nome diminutivo do bistrô. Durante a semana, é comum ver deputados e senadores ocupando o ambiente de 40 mesas no salão e 80 no pátio circundado por verde. Aos sábados e domingos é a vez de as famílias encherem o bistrô em almoços prolongados.

 (Raimundo Sampaio/Esp. Encontro/DA Press)
 

COMENTÁRIOS
Os comentários estão sob a responsabilidade do autor.

EDIÇÃO 58 | outubro de 2017