..
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

COLUNA »

Na mesa: novidades movimenta a cena gastronômica da cidade

.

Jéssica Germano - Redação Publicação:18/01/2018 12:16Atualização:18/01/2018 12:55

DOCE BALANCEADO

Nem fit, nem fat. Essa é a filosofia que sustenta o pilar da Berta Caroteno, novo projeto de Roberta Azevedo, que entrou para a cena da cidade com o L’epice, o bufê de sabores e experiências. Até então atuante apenas na área de produção de eventos, agora ela compila o conhecimento que vem adquirindo na faculdade de nutrição para criar bolos rústicos e com teor nutritivo, sob encomenda. “Fiquei 10 anos fora de Brasília e acho que esse meu gosto mais diferente vem desse período”, comenta, considerando as temporadas em Nova York, França e São Paulo. Como o nome da empresa sugere, a receita carro-chef é um carrot cake, bem ao estilo espanhol, mas que pelas mãos da nova confeiteira vem com cream cheese e iogurte kefir, além do legume sem agrotóxicos. Com a mão na massa desde novembro, Roberta voltou com novidades no dia 16 de janeiro. O bolo de pera ao vinho com musse de gorgonzola e aveia hidratada promete concorrer com a primeira criação. Tudo sem exageros de açúcar ou refinados. Afinal, equilíbrio é uma boa palavra para o ano novo.

 (Raimundo Sampaio/Esp. Encontro/DA Press)
Pumpkin Spice Cake: bolo de abóbora da Berta Caroteno (Raimundo Sampaio/Esp. Encontro/DA Press)
Pumpkin Spice Cake: bolo de abóbora da Berta Caroteno
 

PARA TODOS

Já havia um tempo que as criações sem glúten e sem lactose nascidas das aulas da Nutrichef desciam para a parte do empório, no CA. Desde o fim do ano essa vertente ganhou ainda mais força e serviu para a construção do De Amores, um café para celíacos, intolerantes a lactose e simpatizantes, na 115 Sul. Sim, simpatizantes também porque a ideia de Tuylla Martinichen, Nilson Junior e Tâmara Rolim é agregar. “A alimentação é um ato social”, lembra o sócio, enfatizando que a produção de baguetes (R$ 6), brownies (R$ 9), queijos vegetais (R$ 12) e coxinhas (R$ 2) ali também tem o intuito de agradar aos amigos e familiares de quem lida com algum tipo de limitação. Não espere, porém, um cardápio tradicional, impresso. A proposta é que Tâmara tenha liberdade para criar receitas constantemente e apostar no melhor dos produtos frescos.

 (Raimundo Sampaio/Esp. Encontro/DA Press)
Bagel de salmão servido no café De Amores (Raimundo Sampaio/Esp. Encontro/DA Press)
Bagel de salmão servido no café De Amores
 

MAIS UM!

Depois do Clandestino, do Antonieta e da recém-chegada do Seu Patrício ao coworking Manifesto, a Asa Norte agora tem mais um café para engrossar a oferta de grãos especiais. Com a boa aceitação do Ristretto, dentro da Mercearia Colaborativa, o barista e cozinheiro Paulinho Lima (à dir.) somou forças com Leonardo Rosa e encabeça a operação do Doutor Café, na 713. O nome não é aleatório. A loja fica embaixo de um escritório de advocacia que atende muitos engravatados e funcionários do TRT, em frente. Com decoração superarrojada – herança da antiga dona do ponto, uma designer de interiores –, o lugar aposta em três métodos de preparo coado, além do expresso, enquanto seleciona pequenos produtores para fornecer comidinhas. Tiro certo é o pão de queijo, do Lago Oeste, feito com ovo caipira e queijo curado, e o bolo de laranja úmido, com calda artesanal.

 (Raimundo Sampaio/Esp. Encontro/DA Press)
 

NOVA FASE

Quatro anos após iniciar os trabalhos como clube de vinhos, a antiga Gourmet Butler agora é só GB Vinhos. Mas as mudanças não param no título. Depois da lançar uma loja experimental no Iguatemi, a marca liderada por Guto Jabour se prepara para os novos momentos da empresa. “Nós reformulamos os planos”, conta, lembrando que os associados podem receber rótulos em casa por valores a partir de 62 reais. Isso junto às vantagens de sommelier on-line, degustações e isenção de taxa de rolha em 50 estabelecimentos de Brasília. Uma nova categoria de garrafas biodinâmicas e naturais está prevista para se somar ao e-commerce, ao passo que eles já começaram o ano novo como importadora, trazendo vinhos exclusivos para a capital.

 (Raimundo Sampaio/Esp. Encontro/DA Press)
 

POR ESSE PAÍS

Após uma década fora de Brasília e com dificuldade de entrar novamente no mercado do marketing digital, Mariana Leão fez o que a maioria das pessoas sonha: transformou o hobby em trabalho e trouxe a memória afetiva como base. Filha de mineiros e goianos, crescida na roça, ela criou em Brasília o Empório São Pedro, negócio que reúne produtos do país inteiro. Acostumada a viajar e sempre trazer iguarias na mala, agora ela faz a curadoria de fornecedores-chave para oferecer ao público local queijos premiados de Minas Gerais, azeites feitos aqui com trufas trazidas da Itália, geleias de Santa Catarina e presuntos de espanhóis, produzidos em São Paulo. A loja virtual já funciona desde o fim de novembro, mas o grande negócio nasce mesmo na 314 Norte, ao lado do IVV Swine Bar, ainda no primeiro semestre de 2018. O projeto, que lembra uma fazenda, é da Bloco Arquitetos, também responsável pelo Authoral.

 (Raimundo Sampaio/Esp. Encontro/DA Press)
Produtos vendidos no empório São Pedro, da empresária Mariana Leão (Raimundo Sampaio/Esp. Encontro/DA Press)
Produtos vendidos no empório São Pedro, da empresária Mariana Leão

COMENTÁRIOS
Os comentários estão sob a responsabilidade do autor.

EDIÇÃO 64 | ESPECIAL