..
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

TURISMO | LUGARES »

Parque do Jalapão tem atraído cada vez mais visitantes

Com belas montanhas e dunas, parque no Tocantins serviu de cenário para novela

Julyerme Darverson - Publicação:18/06/2018 16:19Atualização:18/06/2018 16:47

Vista de pôr do sol nas dunas do Parque Jalapão, em Tocantins: beleza por toda parte (Rodrigo Nunes/Esp. CB/DA Press)
Vista de pôr do sol nas dunas do Parque Jalapão, em Tocantins: beleza por toda parte
 

Um dos destinos mais procurados e exuberantes do ecoturismo brasileiro vem recebendo cada vez mais turistas. O Jalapão, localizado no Leste do estado de Tocantins, encanta por suas cachoeiras, rios, chapadões, dunas, formações rochosas, serras e vegetação típica do cerrado. Parte dessas belas paisagens serviu de cenário para a novela O Outro Lado do Paraíso, da Globo.“Temos acompanhado um crescimento no turismo da região a partir do início dos anos 2000. Com isso, houve uma movimentação por parte da população local para investir em empreendedorismo. Com destaque na novela, tivemos um impacto na procura pelo local, apesar de o Jalapão já ser um destino bastante visitado antes”, explica Luciano Rodrigues Cohen, da agência de turismo Korubo.

Cachoeira do Formiga, uma das atrações para quem busca diversão: águas transparentes e muito verde (Thiago Sá/Divulgação )
Cachoeira do Formiga, uma das atrações para quem busca diversão: águas transparentes e muito verde
 

Distante cerca de 880 km de Brasília e 220 km de Palmas (TO), o parque recebeu esse nome por causa da erva jalapa-do-brasil, abundante na região, que é utilizada também como planta medicinal. Com uma área de 34 mil km² – distribuídos pelos municípios de Mateiros, Novo Acordo, Ponte Alta e São Félix –, o lugar pode ser visitado durante todo o ano, mas é entre maio e setembro, época de estiagem, que as atrações são melhor aproveitadas pelos turistas. 

Turistas visitam a cachoeira da Velha: parque recebeu 20 mil pessoas em 2017 (Thiago Sá/Divulgação )
Turistas visitam a cachoeira da Velha: parque recebeu 20 mil pessoas em 2017
 

Entre os principais atrativos do Jalapão estão as cachoeiras da Velha e do Formiga, a Serra do Espírito Santo, comunidades remanescentes de quilombolas: Mumbuca e Prata, e os fervedouros, que são piscinas naturais, águas transparentes, onde não se afunda. Fazem parte da região as reservas ecológicas Parque Estadual do Jalapão (PEJ), o Parque Nacional das Nascentes do Rio Parnaíba, a Estação Ecológica da Serra Geral do Tocantins, a Área de Preservação Ambiental Serra da Tabatinga e a Área de Proteção Ambiental (APA) Jalapão.

O rio Novo margeia as formações do morro Vermelho: um dos cartões-postais do Jalapão (Rodrigo Nunes/Esp. CB/DA Press)
O rio Novo margeia as formações do morro Vermelho: um dos cartões-postais do Jalapão
 

Em 2017, 20 mil visitantes estiveram só no Parque Estadual do Jalapão, de acordo com o balanço de supervisão do parque. Comparado com o ano anterior, foram cerca de 5 mil pessoas a mais. Embora os números sejam cada vez mais expressivos, o acesso ao local ainda é prejudicado por causa das estradas que levam até lá, que em sua grande maioria ainda não estão asfaltadas.

Formações rochosas e dunas compõem a paisagem do Jalapão: época de estiagem é a melhor para visitá-lo (Emerson Silva/Divulgação)
Formações rochosas e dunas compõem a paisagem do Jalapão: época de estiagem é a melhor para visitá-lo
 

Para quem pretende visitar a região e vivenciar uma experiência incrível, a agência de turismo Korubo oferece pacotes integrados com a natureza. Chamada de Safari Camp Jalapão, as hospedagens ecológicas acontecem em tendas às margens do rio Novo. “Operamos em esquema de acampamento, com pacotes para três ou quatro pernoites no Jalapão e mais duas em Palmas. Os turistas e visitantes ficam em tendas, cada uma com duas camas e sanitários com pias. O alojamento conta, ainda, com salas de banho e vestiários”, conta Luciano Cohen.

Quiosque na Prainha: passeios programados por agência levam a lugares de encher os olhos (Agência Koruba/Divulgação )
Quiosque na Prainha: passeios programados por agência levam a lugares de encher os olhos
 

A agência tem dois tipos de pacotes, incluindo transfer partindo e chegando a Palmas (TO). O primeiro, o Jalapão Essencial, custa 2.580 reais e oferece seis dias com café da manhã, almoço, três pernoites no Safari Camp, equipamento completo de canoagem e passeios pela região. O segundo, chamado de Jalapão Trilhas e Praias, sai por 2.980 reais. São sete dias (de sexta a quinta), incluindo as mesmas opções do anterior e mais um dia para curtir a trilha especial pelo Mirante da Serra e trilhas pelas prainhas do entorno do Camp.

Tendas no Safari Camp: hospedagens ecológicas 
às margens do rio Novo (Pedro Cattony/Divulgação )
Tendas no Safari Camp: hospedagens ecológicas às margens do rio Novo
 

COMO CHEGAR

 

èPARTINDO DE BRASÍLIA:

Voos diários para a capital do Tocantins a partir do aeroporto JK

èPARTINDO DE PALMAS:

Pela TO-255: 264 Km

Pela TO-050 e TO-255: 304 Km

COMENTÁRIOS
Os comentários estão sob a responsabilidade do autor.

EDIÇÃO 64 | ESPECIAL