..
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Com vinhos em alta, produção orgânica da bebida está vindo com tudo

Rótulos indicados por especialistas de importadoras da cidade mostram que, embora a procura ainda seja pequena, os orgânicos vieram para ficar

Júnia Lara - Redação Publicação:26/10/2018 15:13Atualização:26/10/2018 15:56

Ao contrário do que muitos apostavam, a produção de vinhos orgânicos, biodinâmicos e até naturais não é uma moda passageira, haja vista que tem ganhado cada vez mais espaço no mercado internacional. A maioria dos produtores está buscando reduzir ao mínimo o uso de insumos químicos da uva, num esforço de preservar o terroir.  No Brasil, de acordo com a Sociedade Nacional de Agricultura (SNA), a produção de viníferas orgânicas representa apenas 1% da área cultivada, mas, seguindo a tendência mundial, aumentou a área de cultivo em 30% em 2017, se comparado a 2016.  O enólogo Jaime Fensterseifer, professor por 45 anos na universidades Federal do Rio Grande do Sul e de Caxias do Sul, acredita que o mercado de vinhos processados a partir de uvas orgânicas pode levar até uma década para se consolidar no país. “Mas é um caminho irreversível. Os orgânicos e biodinâmicos são os vinhos que mais crescem no mercado”, afirma.

 

Em Brasília, a procura é crescente, mas ainda pequena. As boas casas do ramo mantêm média de cinco a 10 rótulos de vinhos certificados como orgânicos ou biodinâmicos, mas todos importados. Leonildo Santana, responsável pela carta de vinhos do restaurante Dom Francisco da Asbac, conta que sugere vinhos de qualidade a seus clientes, sejam eles orgânicos ou não. “Assim como há vinhos convencionais ruins, há orgânicos de baixa qualidade. Já provei vários decepcionantes”, acrescenta. Ele destaca entre os de excelente qualidade os Coyam e Gê (2011), os dois da premiada vinícola chilena Emiliana, a maior produtora de vinhos orgânicos do mundo.

O sommelier Leonildo Santana, do Dom Francisco da Asbac, afirma que sua preocupação é com a qualidade da bebida: 'Assim como há vinhos convencionais ruins, há orgânicos de baixa qualidade. Já provei vários decepcionantes' (Fernando Pires/Esp. Encontro/DA Press)
O sommelier Leonildo Santana, do Dom Francisco da Asbac, afirma que sua preocupação é com a qualidade da bebida: "Assim como há vinhos convencionais ruins, há orgânicos de baixa qualidade. Já provei vários decepcionantes"
 

Cyro Júnior, sommelier da Del Maipo, concorda e acrescenta: “De maneira geral, os produtores estão cada vez mais preocupados em oferecer um produto com menor interferência possível, e muitos, devido à burocracia em certificações, muitas vezes nem se identificam como orgânico, mas poderiam ser enquadrados nessa classificação”. Ele indica dois espanhóis, o organic tempranillo Beso de Vino, tinto, e o branco da Bodega Vizar entre os bons vinhos orgânicos disponíveis em sua distribuidora.

O sommelier Cyro Júnior diz que há ainda um bom caminho a ser percorrido até que o consumo desses vinhos cresça: 'Devido à burocracia em certificações, muitas vezes alguns nem se identificam como orgânicos, mas poderiam ser enquadrados nessa classificação'

 (Fernando Pires/Esp. Encontro/DA Press)
O sommelier Cyro Júnior diz que há ainda um bom caminho a ser percorrido até que o consumo desses vinhos cresça: "Devido à burocracia em certificações, muitas vezes alguns nem se identificam como orgânicos, mas poderiam ser enquadrados nessa classificação"
 

Na D.O.C. Vinhos, a estrela dos orgânicos é o Quinta dos Termos Reserva do Patrão, da Beira Interior, região de Portugal de castas tradicionais. O sommelier  Antônio Cunha destaca ainda o argentino Domaine Bousquet Malbec, cujas uvas são produzidas nas maiores altitudes de Mendoza, com grande amplitude térmica, o que favorece a maturação dos frutos.

Para o sommelier Antônio Cunha, a Argentina tem bons exemplares: uvas são produzidas nas maiores altitudes de Mendoza, com grande amplitude térmica, o que favorece a maturação dos frutos   (Fernando Pires/Esp. Encontro/DA Press)
Para o sommelier Antônio Cunha, a Argentina tem bons exemplares: uvas são produzidas nas maiores altitudes de Mendoza, com grande amplitude térmica, o que favorece a maturação dos frutos
 

Para Hudson Menezes, da Enoteca Decanter, a produção de vinhos orgânicos atende a uma exigência cada vez maior do consumidor. “Nada melhor que unir o prazer de um bom vinho com a certeza de que sua produção respeitou o meio ambiente”, ressalta. O sommelier e proprietário do Grand Cru, Fernando Rodrigues, salienta que, apesar de pequena, já há procura específica pelos vinhos orgânicos em sua loja e restaurante. “As pessoas estão se informando e querem um produto de qualidade, que valha a pena conhecer e experimentar”, diz. O chileno Matetic Corralillo biodinâmico, um sauvignon blanc, e o espanhol Tarima orgânico tinto, da região de Alicante, são alguns dos rótulos que podem ser encontrados na importadora.

Segundo Hudson Menezes, a mudança de hábito dos consumidores influi diretamente no aumento da procura: 'Nada melhor que unir o prazer de um bom vinho com a certeza de que sua produção respeitou o meio ambiente'
 (Fernando Pires/Esp. Encontro/DA Press)
Segundo Hudson Menezes, a mudança de hábito dos consumidores influi diretamente no aumento da procura: "Nada melhor que unir o prazer de um bom vinho com a certeza de que sua produção respeitou o meio ambiente"
Fernando Rodrigues, da Grand Cru, diz que já buscam por rótulos desse tipo em sua importadora: 'As pessoas estão se informando e querem um produto de qualidade, que valha a pena conhecer e experimentar', diz


 (Fernando Pires/Esp. Encontro/DA Press )
Fernando Rodrigues, da Grand Cru, diz que já buscam por rótulos desse tipo em sua importadora: "As pessoas estão se informando e querem um produto de qualidade, que valha a pena conhecer e experimentar", diz
 

SAIBA MAIS

Entenda as diferenças entre os tipos da bebida

 

èVINHO ORGÂNICO

Os americanos naturalistas da Califórnia foram os primeiros a produzir vinho orgânico, nos anos 1960. Os europeus só foram fabricá-los 30 anos depois. Nos vinhedos é utilizado só adubo natural e na vinificação é permitido o uso de insumos enológicos %u2028na correção de características como aparência e sabor.

 

èVINHO BIODINÂMICO

Filosofia em que a biodiversidade ao redor da vinícola é respeitada. Nesse modelo de agricultura, %u2028a natureza se ajuda. Por exemplo, outras plantas contribuem para a mineralização do solo e controle de pragas. Na vinificação não %u2028é permitida a adição de insumos, exceto o sulfito (dióxido %u2028de enxofre), utilizado para proteger o vinho contra a oxidação.

 

èVINHO NATURAL

Pode ser produzido a partir %u2028do orgânico ou biodinâmico. %u2028O que o caracteriza é a ausência %u2028de leveduras ou aromatizantes artificiais, além de não passar %u2028por nenhum tipo de filtragem. %u2028A falta desses componentes pode reduzir o tempo de vida da bebida. 

 

 Beso De Vino  
Vinícola: Beso de Vino 
País: Espanha 
Safra: 2014 
Uvas: tempranillo (tinto) 
Características: apresenta cor rubi suave e aromas de morangos e hortelã. Fácil de beber, frutado com nuanças de frutas vermelhas e ervas mediterrâneas 
Harmonização: acompanha queijos semicurados, embutidos curados e carnes vermelhas 
Onde encontrar: Del Maipo (Fernando Pires/Esp. Encontro/DA Press  )
Beso De Vino
Vinícola: Beso de Vino
País: Espanha
Safra: 2014
Uvas: tempranillo (tinto)
Características: apresenta cor rubi suave e aromas de morangos e hortelã. Fácil de beber, frutado com nuanças de frutas vermelhas e ervas mediterrâneas
Harmonização: acompanha queijos semicurados, embutidos curados e carnes vermelhas
Onde encontrar: Del Maipo
Vizar  
Vinícola: Botella 
País: Espanha 
Região: D.O Castilla y Leon 
Safra: 2016 
Uvas: verdejo (branco) 
Características: cor amarelo claro, límpido e brilhante. Notas de frutas brancas e aromas florais, com toques de amêndoa, limão e avelã 
Harmonização: excelente com frutos do mar, peixes e comida japonesa 
Onde encontrar: Del Maipo (Raimundo Sampaio/Esp. Encontro/DA Press)
Vizar
Vinícola: Botella
País: Espanha
Região: D.O Castilla y Leon
Safra: 2016
Uvas: verdejo (branco)
Características: cor amarelo claro, límpido e brilhante. Notas de frutas brancas e aromas florais, com toques de amêndoa, limão e avelã
Harmonização: excelente com frutos do mar, peixes e comida japonesa
Onde encontrar: Del Maipo
Tarima Hill  
Vinícola: Bodegas Volver 
País: Espanha 
Região: Alicante 
Safra: 2015 
Uvas: monastrell (tinto) 
Características: intenso, com aroma de frutas como cereja 
Harmonização: casa bem com cordeiro assado e legumes, carnes vermelhas assadas e grelhadas 
Onde encontrar: Grand Cru (Fernando Pires/Esp. Encontro/DA Press )
Tarima Hill
Vinícola: Bodegas Volver
País: Espanha
Região: Alicante
Safra: 2015
Uvas: monastrell (tinto)
Características: intenso, com aroma de frutas como cereja
Harmonização: casa bem com cordeiro assado e legumes, carnes vermelhas assadas e grelhadas
Onde encontrar: Grand Cru
Matetic Corralillo  
Vinícola: Matetic 
País: Chile 
Região: Vale San Antonio 
Safra: 2016 
Uvas: sauvignon blanc 
Características: coloração amarelo-palha, com aromas de frutas cítricas e ervas 
Harmonização: acompanha aperitivos, saladas com vegetais frescos e frutos do mar. Ideal com ceviches, peixes grelhados e ensopados 
Onde encontrar: Grand Cru (Fernando Pires/Esp. Encontro/DA Press  )
Matetic Corralillo
Vinícola: Matetic
País: Chile
Região: Vale San Antonio
Safra: 2016
Uvas: sauvignon blanc
Características: coloração amarelo-palha, com aromas de frutas cítricas e ervas
Harmonização: acompanha aperitivos, saladas com vegetais frescos e frutos do mar. Ideal com ceviches, peixes grelhados e ensopados
Onde encontrar: Grand Cru
Vacqueyras Le Village  
Vinícola: Montirius 
País: França 
Região: Vacqueyras 
Safra: 2014 
Uvas: 80% grenache e 20% syrah (tinto) 
Características: rubi intenso. Maduro no olfato, com cereja e groselha vermelha, e ervas finas. Rico ataque gustativo, com taninos impactantes e integrado frescor 
Harmonização: carnes de caça em preparações trufadas, marreco selvagem recheado com foie gras, assado lentamente, servido com tian de legumes, ravióli de carne seca ao creme de abóbora  
Onde encontrar: Enoteca Decanter (Fernando Pires/Esp. Encontro/DA Press )
Vacqueyras Le Village
Vinícola: Montirius
País: França
Região: Vacqueyras
Safra: 2014
Uvas: 80% grenache e 20% syrah (tinto)
Características: rubi intenso. Maduro no olfato, com cereja e groselha vermelha, e ervas finas. Rico ataque gustativo, com taninos impactantes e integrado frescor
Harmonização: carnes de caça em preparações trufadas, marreco selvagem recheado com foie gras, assado lentamente, servido com tian de legumes, ravióli de carne seca ao creme de abóbora
Onde encontrar: Enoteca Decanter
Gê Emiliana  
Vinícola: Emiliana 
País: Chile 
Região: Vale do Colchagua 
Safra: 2011 
Uvas: 50% syrah, 30% carmenere e 20% cabernet sauvignon (tinto) 
Características: aromas de frutas vermelhas e toques de cedro 
Harmonização: carnes vermelhas, pernil de porco ou magret de pato 
Onde encontrar: Dom Francisco (Fernando Pires/Esp. Encontro/DA Press  )
Gê Emiliana
Vinícola: Emiliana
País: Chile
Região: Vale do Colchagua
Safra: 2011
Uvas: 50% syrah, 30% carmenere e 20% cabernet sauvignon (tinto)
Características: aromas de frutas vermelhas e toques de cedro
Harmonização: carnes vermelhas, pernil de porco ou magret de pato
Onde encontrar: Dom Francisco
Coyam Tinto  
Vinícola: Emiliana 
País: Chile 
Região: Vale de Colchagua 
Safra: 2011 
Uvas: 38% syrah, 31% carménère, 19% merlot, 10% cabernet sauvignon, 1% mourvedre, 1% malbec 
Características: rubi intenso com reflexos púrpura 
Harmonização: carnes vermelhas e pratos intensos como bife ancho de wagyu 
Onde encontrar: Dom Francisco (Fernando Pires/Esp. Encontro/DA Press )
Coyam Tinto
Vinícola: Emiliana
País: Chile
Região: Vale de Colchagua
Safra: 2011
Uvas: 38% syrah, 31% carménère, 19% merlot, 10% cabernet sauvignon, 1% mourvedre, 1% malbec
Características: rubi intenso com reflexos púrpura
Harmonização: carnes vermelhas e pratos intensos como bife ancho de wagyu
Onde encontrar: Dom Francisco
Domaine Bousquet Malbec Premium  
Vinícola: Domaine Bousquet 
País: Argentina 
Região: Vale de Uco, Mendoza 
Safra: 2016 
Uvas: 100% malbec (tinto) 
Características: cor violeta intensa, aromas de frutas vermelhas, como framboesa, e ameixa.  
Harmonização: ideal com carnes vermelhas, queijos e massas com molhos vermelhos 
Onde encontrar: D.O.C. Vinhos (Fernando Pires/Esp. Encontro/DA Press  )
Domaine Bousquet Malbec Premium
Vinícola: Domaine Bousquet
País: Argentina
Região: Vale de Uco, Mendoza
Safra: 2016
Uvas: 100% malbec (tinto)
Características: cor violeta intensa, aromas de frutas vermelhas, como framboesa, e ameixa.
Harmonização: ideal com carnes vermelhas, queijos e massas com molhos vermelhos
Onde encontrar: D.O.C. Vinhos
Domaine Bousquet Malbec Premium  
Vinícola: Domaine Bousquet 
País: Argentina 
Região: Vale de Uco, Mendoza 
Safra: 2016 
Uvas: 100% malbec (tinto) 
Características: cor violeta intensa, aromas de frutas vermelhas, como framboesa, e ameixa.  
Harmonização: ideal com carnes vermelhas, queijos e massas com molhos vermelhos 
Onde encontrar: D.O.C. Vinhos (Fernando Pires/Esp. Encontro/DA Press  )
Domaine Bousquet Malbec Premium
Vinícola: Domaine Bousquet
País: Argentina
Região: Vale de Uco, Mendoza
Safra: 2016
Uvas: 100% malbec (tinto)
Características: cor violeta intensa, aromas de frutas vermelhas, como framboesa, e ameixa.
Harmonização: ideal com carnes vermelhas, queijos e massas com molhos vermelhos
Onde encontrar: D.O.C. Vinhos

 

 

COMENTÁRIOS
Os comentários estão sob a responsabilidade do autor.

EDIÇÃO 67 | outubro