..
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

COLUNA »

Na Mesa: coluna traz as principais informações da gastronomia de Brasília

Julyerme Darverson - Publicação:17/12/2018 13:10Atualização:17/12/2018 14:36

GELATO AUTÊNTICO

O aquecimento do mercado de gelatos é uma das sensações gastronômicas da cidade. E, para movimentar ainda mais o cenário, acaba de ser inaugurada a gelateria Cremeria Italiana. Sob o comando dos mestres gelatiers italianos Mirko Stortini e Paolo Calanchini, a casa na 206 Sul apresenta mais de 20 sabores, além de várias sobremesas, como tortas, tiramisù e trufas. “Somos uma gelateria criativa e trazemos o autêntico gelato da Itália. Tenho experiência com gelatos há mais de 24 anos e passagem por diversos países do mundo. Nossos produtos são preparados artesanalmente com ingredientes naturais, sem aditivos ou industrializados”, ressalta Calanchini. Os gelatos custam a partir de R$ 13. Há 18 anos no Brasil e proprietários de uma gelateria em Niterói (RJ), a capital federal foi a escolhida pelos sócios para expandir os negócios. “Brasília é muito parecida com uma cidade europeia. Aqui encontramos todas as condições para abrir o negócio, já que é um lugar com uma gastronomia muito variada”, explica Calanchini, que também quer ensinar essa doce arte por meio dos cursos que promove.

 (Divulgação )
 

RECEITAS DE FAMÍLIA

Sob o comando das irmãs Cristine, Patrícia (em pé) e Michelle Gentil e da mãe, Sara Gentil (sentadas), o Gentil Café é uma nova e elegante cafeteria a surgir em Brasília. Localizada na 410 Sul, com capacidade para 76 lugares, ela tem cafés especiais, omeletes, brusquetas, pães artesanais (fermentação natural), geleias, sanduíches, bolos, tortas, docinhos, croissants, torradas e chás. “Trouxemos essas opções para que as pessoas se sintam em casa, mas com mais sofisticação. Muitas das receitas são de nossa família e remetem à comida de avós. Aqui é a extensão da nossa casa”, explica Cristine. Alguns bolos são receitas da mãe de dona Sara, como o bolo de chocolate recheado com doce de leite e castanha caramelizada (R$ 14). O cardápio também teve consultoria do chef Gabriel Rogério e um de seus diferenciais é o rodízio de tipos de grãos e fornecedores de café. “Optamos por esse formato para oferecer sabores e tipos variados, vindos dos produtores locais, além de contribuir para fomentar a economia colaborativa no Distrito Federal”, destaca Cristine.

 (Luis Tajes/Divulgação )
 (Raimundo Sampaio/Esp. Encontro/DA Press )
 

HAMBURGUERIA DESCOLADA

Ambientada em contêineres, num espaço de 2.500 m2, a hamburgueria Vila Tarêgo veio para movimentar ainda mais o Park Way. Os sócios Fernando Lana, Luciano Markson, Rafael Aguiar e Teônio Martins transformaram a paixão por hambúrgueres em negócio. “Queremos apresentar um ambiente descolado, que mescla arte e liberdade”, diz Fernando. Entre os destaques estão o Tarêgo (búrguer bovino, queijo brie empanado com caramelo e mix de baby leaf no pão brioche) e o Suculento. Opções de petiscos, como Os Bolotas e #BaconÉVida, já são queridinhos da casa.

 (Raimundo Sampaio/Esp. Encontro/DA Press)
Tarêgo: búrguer, queijo brie empanado com caramelo e mix de baby leaf no pão brioche (Raimundo Sampaio/Esp. Encontro/DA Press)
Tarêgo: búrguer, queijo brie empanado com caramelo e mix de baby leaf no pão brioche

SABORES AFRICANOS

O African’s Grill Delicious é novidade no Núcleo Bandeirante. O restaurante traz 65 pratos da culinária africana, com receitas de 33 países, como Congo, Senegal e Nigéria. “Pode parecer estranho, mas muitos alimentos brasileiros fazem muito sucesso na África. Então, temos uma relação muito boa entre os países”, explica o sócio-proprietário Jonathan Fumupamba Sassakanda, nascido no Congo. Para Enock Atedji, sócio da casa e congolês como Jonathan, as embaixadas africanas em Brasília contribuíram para o negócio. “Nossos irmãos gostam de comer a comida típica da nossa terra. Então, aproveitamos a oportunidade para deixá-los mais perto de casa”, diz. Por enquanto, eles estão trabalhando com bufê no almoço (R$ 15) e no jantar (R$ 20), apresentando pratos como a sopa d’amendoim e o Fufu (purê à base de milho, tipo uma polenta). Animados, os sócios pretendem abrir a segunda unidade do African’s, em fevereiro de 2019, no Conjunto Nacional.

 (Raimundo Sampaio/Esp. Encontro/DA Press)
Entre os destaques dos pratos africanos oferecidos pelo restaurante Afriacan's estão o Pondu, Fufu e Sopa de amendoin com frango (Raimundo Sampaio/Esp. Encontro/DA Press)
Entre os destaques dos pratos africanos oferecidos pelo restaurante Afriacan's estão o Pondu, Fufu e Sopa de amendoin com frango
 

DRINQUES: A NOVIDADE

Os novos sócios-proprietários da Don Romano Cantina e Pizzaria, Mariana Miranda e Arthur Mottus, resolveram inovar. A dupla, que assumiu o estabelecimento há um ano, lança a primeira carta de drinques da casa, inaugurada há 18 anos na QI 11 do Lago Sul. “Como nosso objetivo é atrair também um público mais diversificado e jovem, estamos apostando nos drinques tradicionais”, conta Mariana. A carta tem 20 opções de drinques, que são criações dos proprietários em parceria com o sommelier da casa, Gilvan Oliveira. Entre os destaques está o Daiquiri (rum branco e limão, R$ 19); Tequila Sunrise (tequila, suco de laranja e xarope de groselha, R$ 24) e o Blue Lagoon (vodca, curaçau blue e suco de limão, R$ 23).

 (Raimundo Sampaio/Esp. Encontro/DA Press )
Nova carta de drinques da Don Romano: Blue Lagoon, Tequila Sunrise e Daiquiri (Raimundo Sampaio/Esp. Encontro/DA Press)
Nova carta de drinques da Don Romano: Blue Lagoon, Tequila Sunrise e Daiquiri

COMENTÁRIOS
Os comentários estão sob a responsabilidade do autor.

EDIÇÃO ESPECIAL | BRASILIENSES DE 2018