..
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

BRASILIENSES 2018 »

Um brasiliense no Buriti

Advogado experiente, ele saiu do último lugar nas pesquisas para a vitória maiúscula em sua primeira eleição. Agora, trabalha para atender as demandas da população do DF em três frentes: segurança, saúde e educação

Teresa Mello - Publicação:19/12/2018 12:06Atualização:19/12/2018 12:43

PERSONALIDADE DO ANO| IBANEIS ROCHA

 

PERFIL 
IBANEIS ROCHA BARROS JUNIOR 
47 anos
Nasceu em Brasília (DF)
Casado, 3 filhos
Graduado em Direito pelo Centro Universitário de Brasília (Uniceub), fez estágio no Banco do Brasil e na Embrapa. Começou o mestrado em Gestão de Políticas Públicas em Lisboa Advogado, tem escritório no DF desde 1993. Foi presidente da OAB/DF de 2013 a 2015. Governador eleito (MDB) do DF (Raimundo Sampaio/Esp. Encontro/DA Press)
PERFIL
IBANEIS ROCHA BARROS JUNIOR
47 anos
Nasceu em Brasília (DF)
Casado, 3 filhos
Graduado em Direito pelo Centro Universitário de Brasília (Uniceub), fez estágio no Banco do Brasil e na Embrapa. Começou o mestrado em Gestão de Políticas Públicas em Lisboa Advogado, tem escritório no DF desde 1993. Foi presidente da OAB/DF de 2013 a 2015. Governador eleito (MDB) do DF
 

Ele é o primeiro governador do Distrito Federal nascido em Brasília e com certidão de nascimento expedida na capital. Nasceu no Hospital de Base, em 10 de julho de 1971. Aos 47 anos e pouco conhecido fora dos meios jurídicos, surpreendeu nas eleições de outubro: começou a campanha com registro de 1% nas intenções de votos e em 45 dias saltou para 42%. Detalhe: com patrimônio declarado de 93,7 milhões de reais, bancou 5,6 milhões de reais do próprio bolso para, enfim, chegar ao Palácio do Buriti, onde toma posse do cargo em 1º de janeiro.

 

Homem de conciliações e alianças, Ibaneis disputou a corrida eleitoral pelo MDB, na chapa Pra Fazer a Diferença, traduzida por ele como Aliança do Bem contra o Mal. Sagrou-se vencedor no segundo turno, disputado com o governador Rodrigo Rollemberg (PSB), com 69,79% dos votos contra 30,21% do adversário. O fenômeno eleitoral é assim explicado: “Nasci aqui, tenho uma trajetória como profissional liberal, e isso tudo mostrou a Brasília que sou uma proposta nova, longe da política tradicional”.

 

E é com talento para negociar que ele já arregaça as mangas e elenca prioridades imediatas. Entre elas, estão estabelecer convênios para aumentar o número de vagas em creches, reabrir todas as delegacias, reestruturar as equipes do programa Saúde da Família, traçar cronograma para a reforma das escolas e criar um programa de valorização do servidor público. Dessa forma, atende a algumas das principais reivindicações dos cerca de 3 milhões de habitantes do Distrito Federal: saúde, segurança e educação.

 

A certeza sobre a importância dos estudos e do trabalho o acompanha desde cedo. Aos 8 anos, mudou-se com a família do Guará (DF) para a cidade de Corrente, no Piauí. O pai era técnico de farmácia, formado em administração, e a mãe, auxiliar de enfermagem. Aos 11 anos, o garoto começou a trabalhar como empacotador de café e açúcar e tomou gosto pela independência conquistada. Cinco anos depois, voltou sozinho à capital federal para cursar o ensino médio. Morava com uma tia. O jovem passou em segundo lugar no vestibular de Direito do Uniceub.

 

Em 1993, com o diploma e a carteira da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/DF), vendeu uma pequena farmácia na 210 Norte e montou o primeiro escritório. Já o primeiro imóvel era um apartamento na QE 42 do Guará. Hoje, perto dos 50 anos, comanda escritório de advocacia com um time de 40 profissionais, responsáveis por uma carteira de 80 mil ações. “Serei um advogado de defesa dos empresários que querem investir e que acreditam em Brasília”, declara.

 

Ibaneis encara os desafios de governar Brasília com a animação de um pai de primeira viagem. Com dois filhos do primeiro casamento, Caio, de 20 anos, e João Pedro, de 13, celebra a chegada do caçula Mateus, fruto da união com a também advogada Mayara Noronha. Com o amigo de infância, o advogado Marcelo Martins, o governador eleito se dedica a uma paixão antiga: a bike. Antes das eleições, costumava pedalar quilômetros aos domingos, dando a volta completa no Lago Sul, onde mora, passando pelo Eixão e parando para almoçar no Parque da Cidade. Em uma das três propriedades em Brasília, na QI 11 do Lago Sul, tem adega de vinhos de 1,8 mil rótulos. É em casa que gosta de preparar comida nordestina.

COMENTÁRIOS
Os comentários estão sob a responsabilidade do autor.

EDIÇÃO ESPECIAL | BRASILIENSES DE 2018