..
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Especialistas dão dicas de decoração com plantas para casa

Profissionais explicam quais as espécies mais adequadas para cada espaço e para quem tem pouco tempo para cuidar delas, e as mais seguras para quem mora com crianças ou animais de estimação

Vilhena Soares - Publicação:16/04/2019 17:51Atualização:16/04/2019 18:11

De acordo com os conceitos do feng shui – filosofia chinesa que trata da organização de espaços para atrair energias positivas –, as plantas são sinônimo de vida e crescimento, o que as torna essenciais para a construção de um ambiente harmônico. Mesmo no Ocidente, onde os preceitos chineses ainda não são tão seguidos, as plantas são uma das opções favoritas na hora de montar uma decoração, graças à beleza, carregada de ares de simplicidade e capaz de proporcionar uma sensação de aconchego a qualquer ambiente.

 

Além da beleza, as plantas se destacam também por serem coringas da decoração, podendo ser usadas em casas de todos os tamanhos e formatos e até em escritórios comerciais, como explica o arquiteto Arnaldo Pinho: “Elas humanizam qualquer ambiente e é impressionante como fazem o espaço respirar melhor. Se você tem, por exemplo, uma decoração monocromática e coloca nela uma planta, já se torna um projeto completamente novo”, diz.

Maria Fernanda angeloni aproveitou o espaço amplo de sua casa para colori-la de verde apostando na variedade de
espécies: 'as plantas trazem aconchego e tranquilidade, o que buscamos ao chegar em casa', diz a dentista (Raimundo Sampaio/Esp. Encontro/DA Press)
Maria Fernanda angeloni aproveitou o espaço amplo de sua casa para colori-la de verde apostando na variedade de espécies: "as plantas trazem aconchego e tranquilidade, o que buscamos ao chegar em casa", diz a dentista
 

De acordo com o especialista, alguns dos pontos principais a serem analisados quando se escolhe um tipo de vegetação em um ambiente é a luminosidade e a temperatura. “Se a pessoa fica com o ar-condicionado ligado por muito tempo, precisa de algo mais resistente”, diz Pinho. Ele conta que duas espécies que usa com frequência são os cactos e o mandacaru. “Como o mandacaru tem espinho, se há bichos ou crianças em casa é necessário um cuidado extra. Usar um vaso no alto já limita o acesso e evita problemas”, afirma o arquiteto.

 

Pinho explica ainda que essas são algumas das plantas que requerem pouco cuidado, pois não precisam ser regadas com frequência. “Se a pessoa vai ficar 10 dias fora, por exemplo, não tem a necessidade de pedir para alguém molhar”, acrescenta. “Outra espécie que se dá muito bem em espaços fechados é o pacova. Ela está muito na moda e não precisa de muita luminosidade”, completa.

A paisagista Marina Pimentel afirma que onda chamada de urban jungle veio
para ficar: elementos da natureza incorporados ao cenário das casas (Raimundo Sampaio/Esp. Encontro/DA Press  )
A paisagista Marina Pimentel afirma que onda chamada de urban jungle veio para ficar: elementos da natureza incorporados ao cenário das casas
 

A paisagista Flávia Carvalho afirma que em espaços menores e fechados algumas das espécies mais indicadas são as jiboias, antúrios e begônias. Para quem gosta de frutas, ela indica jabuticabeiras e laranjeiras, que podem ser usadas em locais menos amplos como apartamentos. Nesses casos, a única exigência é um pouco de sombra: “Elas são opções seguras para quem tem crianças e podem ser adaptadas para o espaço que a pessoa tem, como uma varanda, por exemplo”, diz.

 

Marina Pimentel, que também é paisagista, ressalta outras opções para quem possui um espaço que tem, ao mesmo tempo, sombra e um pouco de luz solar: “Temos a ficus lyrata, que é a queridinha do momento. Ela é muito bonita e é possível pintar as folhas dela, que ficam com um efeito brilhoso, não demanda muita água e suporta bastante a meia sombra. Tem também a palmeira raffi, que é boa tanto para ambientes fechados quanto abertos. E dá para controlar o crescimento dela de acordo com o vaso usado”, afirma Marina.

Ana Maria Ambrosio tem um espaço só para plantas em sua casa: 'Mesmo morando em apartamento,
eu queria essa agradabilidade do verde, que ajuda a amenizar esse ambiente seco de Brasília' (Raimundo Sampaio/Esp. Encontro/DA Press )
Ana Maria Ambrosio tem um espaço só para plantas em sua casa: "Mesmo morando em apartamento, eu queria essa agradabilidade do verde, que ajuda a amenizar esse ambiente seco de Brasília"
 

Flávia Carvalho acredita que, hoje, o uso de plantas na decoração é mais viável graças às opções existentes no mercado: “Antes, era difícil conseguir um bom desenvolvimento dessas espécies em vasos, mas agora já temos muito mais recursos para adaptá-las. Atualmente, temos uma explosão de verde também dentro de casa e vemos que isso era algo de que as pessoas sentiam falta”, diz.

 

Marina Pimentel também acredita que essa tendência aumentou nos últimos anos e promete manter- -se ainda por um bom tempo. “Esse cenário acontece graças a uma nova onda chamada de urban jungle, que incorpora elementos da natureza em casas”, explica. A paisagista destaca que, ao contrário do que pensa grande parte das pessoas, os cuidados com as plantas não precisam ser exagerados: “Eu brinco que o melhor termômetro para as plantas é o dedo. Se você tocar no vaso e ele estiver úmido, está tudo certo”, diz.

Para o arquiteto
Arnaldo Pinho,
plantas são coringas
da decoração:
podem ser usadas
em casas de todos
os tamanhos
e formatos e até
em escritórios
comerciais (Raimundo Sampaio/Esp. Encontro/DA Press  )
Para o arquiteto Arnaldo Pinho, plantas são coringas da decoração: podem ser usadas em casas de todos os tamanhos e formatos e até em escritórios comerciais
 

A dentista Maria Fernanda Angeloni Pinto é amante das plantas e não vê o cuidado com suas espécies como trabalho e, sim, como uma tarefa prazerosa para toda a família. “Na época do calor, sempre coloco gelo dentro delas, para ajudar a manter uma temperatura agradável. Também faço com que meus filhos cuidem delas, porque é bom para eles ter esse contato e consciência em relação ao meio ambiente”, afirma. Ela aproveitou o espaço amplo de sua casa para colori- -lo de verde com grande variedade de espécies que, segundo ela, dão mais calma ao ambiente. “Eu adoro essa cor e acho que as plantas trazem aconchego e tranquilidade, o que buscamos ao chegar em casa”, diz.

 

Para a bancária aposentada Ana Maria Vianna Ambrosio, as plantas em sua casa trazem uma harmonia maior para o ambiente. “Brasília é um lugar mais árido e, mesmo morando em apartamento, eu queria essa agradabilidade do verde, que ajuda a amenizar esse ambiente seco”, conta. Ela resolveu, então, reservar a varanda de seu apartamento para abrigar uma variedade de plantas e conta que o cuidado exigido é pouco e muito prazeroso, o que permite que as espécies permaneçam sadias e extremamente bonitas durante todo o ano. “Gosto muito do clima leve que esse verde proporciona ao ambiente. Faz a minha casa ficar mais viva. Por serem parte da natureza, acredito que as plantas nos lembram que o mundo não é só dos homens e que elas e os animais também se relacionam conosco”, diz Ana Maria.

A paisagista Flávia Carvalho sugere plantas
decorativas na área externa da casa: infinidade
de opções no mercado, inclusive para quem
não tem tempo para cuidar delas  (Raimundo Sampaio/Esp. Encontro/DA Press )
A paisagista Flávia Carvalho sugere plantas decorativas na área externa da casa: infinidade de opções no mercado, inclusive para quem não tem tempo para cuidar delas
 

MAIS VERDE, POR FAVOR

Conheça alguns tipos de plantas ideias para a decoração de casas ou apartamentos

 

è Samambaias: boas para purificar o ambiente, e podem ser usadas em lugares externos e internos. Mas, como são tóxicas, exigem cuidado na hora de escolher o lugar para colocá-las, evitando a possibilidade de contato com crianças e bichos de estimação.

 

è Antúrios: quando bem cuidados podem dar flores durante todo o ano. Planta muito usada em interiores, necessita de água a cada dois dias e também não exige muita luz, além de possuir muita resistência.

 

è Gérberas: não precisam de incidência direta da luz solar, o que pode até provocar a sua deterioração. Muito utilizadas para decorar ambientes devido às cores variadas de suas flores.

 

è Pacová: muito usada em vasos e jardineiras ou direto no chão, precisa ser mantida sempre úmida e não pode ficar exposta a temperaturas muito baixas.

 

è Ficus lyrata: também é conhecida como figueira lira e possui folhas grandes em verde-escuro com bordas levemente onduladas. Ela possui um preço alto e exige muitos cuidados, mas sua exuberância fez com que se tornasse uma das mais vendidas atualmente.

 

è Palmeira raffi: uma das mais usadas para a decoração interna pelo seu crescimento lento. Chega apenas a quatro metros de altura, não junta poeira e dificilmente perde folhas. Sua cor verde permanece por todo o ano se for colocada ao lado de uma janela bem iluminada.

 

è Laranjeiras e jabuticabeiras: possuem variados tamanhos e não exigem muitos cuidados, porém são mais indicadas para varandas, pois precisam de meia-luz para se desenvolverem. Precisam de mais água durante o verão e atingem no máximo dois metros de altura.

 

è Yucca: uma das opções mais baratas e que exige poucos cuidados. Não precisa receber tanta água, necessita apenas de um vaso adequado. É muito usada sozinha em ambientes externos, mas é possível criá-la em locais internos e menores.

 

è Cactos, mandacaru e jiboias: bastante resistentes e fáceis de encontrar em lojas e supermercados. Não exigem muito cuidado e podem passar alguns dias sem água. Possuem tamanhos diversos e podem ser usadas em qualquer tipo de ambiente.

 

Fonte: especialistas consultados

COMENTÁRIOS
Os comentários estão sob a responsabilidade do autor.

EDIÇÃO 71 - ESPECIAL SUSTENTABILIDADE