FORMAO INTEGRAL

Esporte em foco leva o tnis mais longe

Saldo das clnicas de qualificao foi de 80 estudantes e profissionais preparados para disseminar a prtica do tnis convencional e em cadeira de rodas no DF


Camila de Magalhes -

Publicao: 30/07/2015 20:12 | Atualizao: 31/07/2015 01:48

Turma qualificada para treinar praticantes de tnis em cadeira de rodas (Camila de Magalhes/FAC/D.A Press)
Turma qualificada para treinar praticantes de tnis em cadeira de rodas
 

Considerada por especialistas como uma iniciativa inovadora por unir o tnis convencional e o tnis em cadeira de rodas, as clnicas de qualificao profissional do Esporte em foco foram um sucesso. Ao todo, 80 pessoas – entre atletas e professores de tnis, estudantes e profissionais de educao fsica – foram capacitados para iniciar a disseminao e popularizao desse esporte no Distrito Federal. As aulas foram realizadas no Centro Olmpico e Paralmpico de So Sebastio nos dias 11, 12, 18 e 19 de julho. E a ao foi desenvolvida pela Fundao Assis Chateaubriand com patrocnio da Carto BRB e apoio da Secretaria do Esporte e Lazer do Distrito Federal e do Centro de Treinamento em Educao Fsica Especial (Cetefe).

As atividades foram conduzidas por grandes referncias do esporte nacional: Carlos Chabalgoity e Wanderson Cavalcante. Chabalgoity o tenista que mais trouxe ttulos para Braslia: bicampeo mundial juvenil, bicampeo sul-americano e cinco vezes campeo brasileiro juvenil de tnis. Tambm foi treinador de equipes no Japo, quando participou da Copa Davis como assistente tcnico da seleo japonesa. J Wanderson coordenador nacional de tnis em cadeira de rodas da Confederao Brasileira de Tnis (CBT). Foi capito das selees brasileiras feminina e masculina em seis mundiais, nos Jogos Parapan-Americanos do Rio 2007 e Guadalajara 2011, e nos Jogos Paralmpicos de Pequim 2008 e Londres 2012.

Momento de transformao


Tanta experincia teve reflexo nas aulas. Ambos os profissionais compartilharam seus conhecimentos, apresentaram um panorama do esporte, tcnicas e metodologias de ensino para que os participantes das clnicas possam replicar o aprendizado em clubes, academias, escolas e centros esportivos, a fim de contribuir para a massificao do tnis na regio. “ muito importante essa mobilizao, o projeto tem que ser de todos. Quanto mais gente preparada e engajada, melhor”, observou Chabalgoity. Para ele, o tnis vive um momento de transformao: “O esporte ainda pode crescer muito. As crianas tm a vontade, s falta organizar as aulas, ter material apropriado e espao para que tenhamos resultados. Com tudo isso sem um bom profissional envolvido, a coisa no anda, principalmente na iniciao esportiva. Se a criana mal iniciada com um profissional ruim e metodologia no apropriada, isso morre. Vejo uma oportunidade de se trabalhar desde a iniciao at o profissional.”

Wanderson ressalta que existem poucas pessoas capacitadas para o tnis em cadeira de rodas no Brasil. Segundo ele, h espao para muita gente nova entrar. “Muitas vezes, temos conhecimento de pessoas interessadas que esbarram na falta de profissionais. Se elas no podem praticar, a modalidade no se desenvolve. A contribuio do Esporte em foco fundamental nesse sentido, de fazer com que o tnis se desenvolva mais tanto no Brasil como no DF. E para isso, a gente precisa de mais profissionais”, reforou o professor.

Impacto na vida profissional


Clnica de tnis convencional (Felipe Freitas/FAC/D.A Press)
Clnica de tnis convencional

 

A oportunidade de se qualificar foi bem aproveitada por Valria Pedrosa, professora de educao fsica do Centro de Ensino Fundamental (CEF) 16 de Ceilndia. Na avaliao dela, a proposta da clnica de tnis convencional foi excelente. “Na escola pblica em que trabalho, consegui material de tnis, mas no tinha capacitao. Esse curso foi uma oportunidade de levar a experincia de forma diferenciada aos meus alunos que no tm acesso ao esporte. Pretendo comear a aplicar logo, pois consegui absorver muita coisa para aprimorar a prtica pedaggica”, afirmou a participante.

O professor de tnis Vincius Lus Cirilo de Lima um apaixonado pela modalidade em cadeira de rodas, mas no tinha experincia em dar aulas nessa rea. “Como parti para dar aulas de tnis convencional, perdi um pouco o contato, mas meu sonho seguir para a rea de cadeira de rodas. O curso foi uma oportunidade incrvel, s me d mais vontade de persistir no meu sonho”, comentou Vincius.

Tcnico do Futuro Campeo de tnis no Centro Olmpico e Paralmpico de So Sebastio, Wellington Dantas nunca atuou com cadeira de rodas e tambm aproveitou para ampliar os conhecimentos na rea. “ uma experincia fantstica trabalhar com um pblico de pessoas com deficincia, que cresce muito. E agora temos essa oportunidade nica. Fiquei bem empolgado para captar o mximo de informaes", disse o professor. "Principalmente no Centro Olmpico e Paralmpico, onde sempre aparecem cadeirantes, muito importante a gente ter mais qualificao para trabalhar com esses alunos”, avaliou Wellington.

 

Acompanhe as novidades em nossas redes sociais:
- Facebook

- Twitter

- LinkedIn